Quando desejamos imprimir algo na tela e trabalhar com textos (dados alfanuméricos) utilizamos um tipo de dado conhecido como string.  São sequências de caracteres, que podem ser delimitados por aspas: simples ( ' ), duplas ( " ) ou invertidas ( ´ ), dependendo da utilização que se deseja.

Vamos entender então a diferença entre cada uma delas:

 


 

Aspas simples ( ' )

O valor da variável será exatamente o texto que está entre as aspas simples. 

Segue exemplo:

 

 

 

Note que como resultado é apresentado o valor exato que está dentro das aspas, ou seja, não é possível a interpolação de variáveis, o que consiste em colocar uma variável dentro da outra.

Outro detalhe que devemos prestar atenção é quando precisamos utilizar a aspa simples no meio da sequência de caracteres.

Exemplo:

 

 

Como vimos obtemos erro no resultado. Para solucionar este problema, usamos o caractere ( \ ) barra invertida, que indica que a aspa deve ser tratada como texto comum.

Exemplo:

 

Um outro fator importante também é que para se apresentar quebras de linhas no formato HTML, usando aspas simples deve-se usar a tag <br> do HTML. Não é possível utilizar maiores sequências de escape exceto (\) barra invertida.

Exemplo:

 


 

Aspas duplas ( " )

O valor da variável poderá conter outra variável entre as aspas duplas e também permite que caracteres (sequências) de escape realizem a formatação de dados.

 

Exemplo utilizando sequências de escape:

 

 

Abaixo segue o mesmo exemplo utilizado anteriormente, só que agora é possível incluir uma variável dentro da outra e exibir o seu valor:

 

 

 

 


 

Aspas invertidas ( ´ )

As aspas invertidas nos permite executar comandos do sistema operacional por meio de um programa PHP. É bom lembrar que você só vai conseguir executar os comandos do sistema se possuir privilégios para isso. o comando é executado no servidor e mostrado no navegador.

PS: Como estamos testando em um servidor local não tive o prazer de testar os comandos, mas fica como referência os exemplos abaixo.

 

 


 

Espero que o artigo tenha esclarecido de maneira simples e clara as diferenças, em breve novas dicas.

 


Fonte

http://php.net/manual/pt_BR/language.types.string.php